28/04/11

Amsterdam day 1 and 2


O nosso voo atrasou-se, como não poderia deixar de ser. O que significou que tivemos que correr como o raio à chegada a Madrid, porque a hora que tínhamos entre voos foi completamente gasta a esperar pelo primeiro voo. Chegadas a Amesterdão era tempo de apanhar um comboio até à Central Station onde a simpática Vanya, quem nos alugou o antro de pecado onde dormimos, estava.
Miúdas aventureiras como nós somos resolvemos ir explorar os arredores de nossa casa, erro que não voltámos a cometer! É assustador visitar o red light sozinhas. Depois de nos termos perdido "ligeiramente" graças ao fraco sentido de orientação da M, fomos interpeladas por um condutor de Bike Taxi que se ofereceu para nos levar até à zona dos bares. Andar de Bike taxi é também assustador, passei metade do tempo a temer esbarrar contra carros, transeuntes e outros ciclistas... Mas o rapaz dizia que estava habituado e que não nos ia matar, não se pode dizer que me tenha descansado grande coisa, mas pronto, foi uma experiência cómica no mínimo.
O álcool em Amesterdão não é caro, deve ser a única coisa que não é cara por lá e os barmans são giros que dói! Já o resto da população masculina... Deixa imenso a desejar. Mas sobre isso falo amanhã, quando vos falar do rapaz português que vimos e que era giroooo mas girooo ;)
Day 2...
É impossível adormecer quando se dorme no centro do red light, mas acordar é rápido rápido, porque às 8 da manhã já há movimento na rua! ASSUSTADOR...
Resolvemos ir andar de barco, afinal estávamos na cidade dos canais e havia umas tours jeitosas por lá. Tivemos foi algum azar no que diz respeito a companhia, porque viajamos com uma série de turistas alemães que tinham era boa idade para beber chá e comer bolinhos com mantas no colo, mas foi uma experiência gira.
No fim resolvemos ir fazer uma visita à Amsterdam Dungeon, que prometia assustar-nos até aos ossos, mas que no fundo não era bem assim, bem eu sou uma mariquinhas pé de salsa portanto ainda andei nervosa durante mais de metade da visita, mas depois acalmei quando percebi que não havia probabilidade de morrer do coração. Mas ainda apertei a mão da A. várias vezes, enquanto obrigavamos os rapazes que iam também na visita a avançarem pelas salas, para abrir caminho para as meninas. A frase mais proferida foi "Men go first, you have to protect the girls... Go Go..." =PPP
Como sempre ouvi dizer que em Roma sê Romano, decidimos ir a uma coffee shop comprar erva e ver como é que aquilo era por dentro, agarrei no meu guia e descobri que a American Express recomendava a visita à mais antiga coffee shop de Amesterdão que por sinal era a 2 passos de nossa casa. É um ambiente estranho confesso, há uma névoa de fumo que nos envolve à chegada, que se entranha nas nossas narinas e demora a sair.
Comprar erva também é engraçado, primeiro porque não é algo que se faça às claras em Portugal, segundo porque há um menu que nos é apresentado para que possamos escolher, comprámos a mais fraquinha porque não somos consumidoras e no fundo só queríamos mesmo era experiênciar Amesterdão, comprámos também space cookies de chocolate, que eram muito saborosas mas muito pouco eficazes!
Havia uma loja de Tatuagens mesmo à porta de nossa casa, mas sempre que lá passava lembrava-me da minha mãe e do ar de desgosto dela se eu aparecesse tatuada em Lisboa, fiquei-me pelo olhar mesmo.
Não me interpretem mal, eu gostei de Amesterdão, mas voltei com a sensação que as pessoas só lá vão para fumar drogas leves, beber cervejas e comer prostitutas!
Da última vez que lá tinha estado fui com a minha mãe, ou seja tive uma visão muito mais clean da cidade, desta vez foi mesmo para ver o dark side de Amesterdão e se ele tem um...

5 comentários:

*Sininho* disse...

Amesterdão é um destino que quero conhecer. Achoq eu a cidade deve ser muito bonita e cultural. Claro que a ir, terei de experienciar Amerterdão (como tu mesma dizes) mas não só! Gostei muito do relato! E fotos, há? :)

Sonhadora disse...

Lol... Como já te disse esses pulmões devem estar cheios de droga LEGAL, o que já não é mau só por serem legais!!!
Eu fui e não gostei de Amesterdão, aliás fiquei desiludida... Pensei que era uma cidade mais risonha e achei-a escura... Mesmo fora da red zone!!!
Mas o que importa é passear né ;)

Miss Crises disse...

Mete mais fotos :)

Blue star disse...

Assim que as minhas amigas me mandarem as fotos delas faço uma compilação da viagem e mostro =)
Prometo
* * *

a Gaja disse...

também quero :)
nada melhor que conhecer as duas vertentes da cidade, primeiro conheceste a limpa e bonita e depois foi o lado mais hard core :) parece-me bem!