10/05/11

Do not mess with me...


Por vezes até o Nazi é querido, não o é muitas vezes é certo, mas isso só porque gosta de manter a tónica de mauzão enquanto eu me esfalfo no ginásio.
Hoje decidiu que parte do meu treino seria feita de ligaduras, cor-de-rosinha e muito pouco másculas por sinal, aos murros a um saco de boxe, diz ele que eu pareço andar aborrecida e que não há melhor para descarregar a tensão que espancar algo ou alguém, mas como a violência contra os outros tende a trazer chatices fico-me mesmo só pelo saco.
Mal ele sabe que enquanto dava cabo do nós dos dedos era nele (e no quanto ele me aborrece) que estava a pensar. =P
Só por isto já acho que o balúrdio que aquela gaita me custa por mês compensa, ainda que continue parecida com a versão chubby da Gisele, mesmo que quase me mate a fazer side kicks e bata no professor de Body Combat, só por isto já ganhei o dia.
Por vezes, concordo com a minha mãe que diz que a vida é feita de pequenas vitórias e suor muito suor na minha T'shirt de Amesterdão. =P

5 comentários:

Pedro disse...

Os teus "desabafos" são demais! :)))
Dá-lhe com força ai no saco, e se o "nazi" te chatear muito dá-lhe um em cheio no nariz :P

Daniela Pereira disse...

cola a foto dele no saco pá lol

Nokas disse...

E olha que a tua mãe tem toda a razão :)
Dá-lhe com força!!

Sonhadora * disse...

Ao menos tens o incentivo de pensar que é ele... ahahah! :p

Bé* disse...

É muito mais fácil quando temos um incentivo!;)